Aliados sugerem que Bolsonaro faça ‘ato patriótico’ e desista de reeleição

O segmento do agronegócio e evangélicos, aliados estratégicos do presidente Jair Bolsonaro, vêm sugerindo a interlocutores diretos do mandatário que ele faça um “ato patriótico” e desista da reeleição.

Aliados próximos ao presidente consideram que a reeleição não seria o melhor caminho no momento e por isso pediram ao presidente para que fizesse esse “ato patriótico”.

Além da desistência pela reeleição no próximo ano, os dois segmentos ainda teriam pedido para que Bolsonaro indicasse em seu lugar o ministro Tarcísio Freitas, do Ministério da Infraestrutura, para presidente.

A ideia é evitar uma derrota de Bolsonaro no próximo pleito presidencial. Pesquisas mostram que Bolsonaro perderia para Lula em praticamente todos os cenários, seja no primeiro ou segundo turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *