Vereador Marlon Botão destaca os avanços na área da saúde em São Luís

Em discurso na sessão ordinária desta terça-feira (28), o vereador Marlon Botão (PSB) destacou alguns avanços que ocorreram durante os primeiros meses de mandato do prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

Marlon Botão iniciou seu discurso destacando a construção e reformas de diversas Unidades Básicas de Saúde em São Luís. “A saúde do nosso município vivia uma situação muito caótica, de total abandono. Isso é um problema histórico, não é um problema de gestão passada. A prefeitura com muita seriedade inaugurou e reinaugurou 15 Unidades Básicas de Saúde. A última foi a Thalles Ribeiro, na vila Esperança, que recebeu um Centro de Saúde totalmente revitalizado”, disse.

O parlamentar informou também que a zona rural do município vai receber a instalação do primeiro Centro Integrado de Saúde com diversas especialidades médicas.

“São Luís é a décima quinta maior cidade do país e precisa se desenvolver ainda mais, o ponto de partida é a zona rural. Os moradores da zona rural do município vão ganhar o primeiro Centro Especializado e Integrado com diversas referências médicas, que ficará lá no Morada do Sol. Será usado um prédio que estava abandonado, a prefeitura está revitalizando o local e vai entregar para os moradores da zona rural”, afirmou Marlon Botão.

o final, Marlon Botão solicitou ao Governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino (PSB), que ajude a solucionar o problema da falta de água no residencial Jomar Moraes, localizado no Parque Pindorama.

O vereador informou que o residencial foi inaugurado no ano passado e beneficiou muitas famílias, mas os moradores vêm sofrendo constantemente com a falta de água nos apartamentos.

Inclusão: PL de Marlon Botão visa fornecer carteira de vacinação em braile

A proposição vai contribuir para trazer independência para as pessoas com dificuldades para enxergar.

Tramita na Câmara Municipal de São Luís o Projeto de Lei nº 241/21, de autoria do vereador Marlon Botão (PSB), que pretende instituir o fornecimento de carteira de vacinação em braile para os cidadãos do município de São Luís que possuem deficiência visual.

De acordo com dados do censo demográfico realizado no ano de 2010, no município de São Luís, cerca de 32.700 pessoas têm grandes dificuldades com a visão e 2.311 cidadãos ludovicenses apresentam total incapacidade de enxergar.

“A carteira de vacinação em braile traz independência para aqueles que não enxergam, fazendo com que estes não dependam de parentes ou amigos para guiá-los sobre o conteúdo presente no documento”, disse o parlamentar. Ainda segundo a proposta, os cidadãos que possuem a carteira de vacinação tradicional poderão ter a sua carteira de vacinação em braile atualizada com os dados de vacinações anteriores.

Inclusão – O braile é um sistema de escrita tátil criado há cerca de 200 anos na França. Escrito com seis pontos em relevo e duas colunas, o sistema permite registrar letras, números e qualquer outro tipo de símbolo para transmitir informação. É um instrumento essencial na vida de muitos cidadãos, já que permite que pessoas cegas ou com baixa visão tenham acesso ao , conhecimento.

Braide quer custear internet e gastos com conectividade dos professores de São Luís

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, encaminhou nesta segunda-feira (30), à Câmara Municipal, em regime de urgência, o Projeto de Lei que cria o “Auxílio Conectividade”. O objetivo é o custeio de despesas com internet e conectividade, decorrentes da realização de atividades educacionais de forma remota, por força da pandemia da Covid-19.

“As atividades educacionais foram fortemente impactadas em razão da pandemia da Covid-19 e, diante do retorno gradual das aulas presenciais, conforme normas e diretrizes estabelecidas no Decreto n.º 57.116, de 12 de agosto de 2021, a adoção do sistema de ensino remoto é uma realidade para garantir o atendimento dos alunos da rede municipal, aliada à garantia das condições mínimas para que os profissionais do magistério realizem suas atividades de forma segura e eficiente”, disse o prefeito na mensagem encaminhada aos vereadores.

O “Auxílio Conectividade” terá valor mensal de R$ 70,00 (setenta reais) e será concedido, retroativamente, a 1º de março de 2021. Segundo o Projeto de Lei, o auxílio não sofrerá incidência de contribuição para o Regime de Previdência do servidor público.

“Nossa proposta é a de garantir os meios necessários à realização das atividades pedagógicas não presenciais aos nossos professores, aos quais, desde já, agradeço o empenho de todos por uma educação melhor”, concluiu Eduardo Braide.

O Projeto de Lei, de autoria do Poder Executivo, que cria o “Auxílio Conectividade”, já está na Câmara Municipal, onde aguarda a deliberação dos vereadores de São Luís. (Marrapá)

Marlon Botão fala sobre programa Asfalto Novo na Zona Rural de São Luís

Em discurso, na manhã desta segunda-feira (16), o vereador Marlon Botão (PSB), abordou a iniciativa do Executivo Municipal que lançou o programa Asfalto Novo. O início dos trabalhos aconteceu neste sábado, 14, no bairro Vila Nova República, na zona rural de São Luís. Serão implantados mais de 80 quilômetros de pavimentação em ruas e avenidas da cidade apenas na primeira etapa do programa.

“Serão 80 quilômetros de asfalto, na zona rural, quero dizer para vocês que eu presenciei, o programa não está colocando asfalto em cima de asfalto, onde não está bom, o prefeito está retirando, como foi na Avenida principal do Maracanã, que foi uma solicitação nossa. Pedi também a requalificação asfáltica da Estrada da Vitória, que dá acesso aos prédios residenciais e da rua Menino Jesus e todas serão feitas pela ação do prefeito, Eduardo Braide”, disse Marlon Botão.

Déficit Habitacional

Na oportunidade o vereador também relatou o déficit habitacional que os moradores de São Luís enfrentam, e que a prefeitura tem mostrado interesse em solucionar.

“Todos nós sabemos do déficit habitacional histórico que existe na nossa cidade. Ainda tem muitas pessoas vivendo em palafitas, em áreas de risco, e o prefeito está pronto para enfrentar também esta dificuldade. Na semana passada foram sorteadas 22 unidades habitacionais, para ser direcionada a mulheres, idosos, pessoa com deficiência, moradores em situação de rua, que precisa ser enfrentado com prioridade. Com todas estas ações a prefeitura mostra o que fará durante estes quatro anos, assim como nós vereadores”, pontuou.

Audiência

O parlamentar ressaltou a importância que teve audiência pública que discutiu o plano de retorno das aulas na rede municipal de ensino de São Luís, no atual período de pandemia da Covid-19. “Uma pauta importante que deve ser discutida, parabenizo o Coletivo Nós e o vereador Marquinhos pela iniciativa. Esta Casa precisa ficar mais próxima do povo, parabéns pela iniciativa”, afirmou.

Ele também lembrou requerimento nº 411/2021, de sua autoria, para criação da secretaria municipal das mulheres. “Também sabemos da importância de dar mais espaço para mulher, empoderar as mulheres”, finalizou Botão.

Leitos de UTI da covid-19 apresentam queda de ocupação na Grande Ilha

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta quarta-feira (21), a Grande Ilha apresentou uma queda de ocupação leitos de UTI da Covid-19. Segundo o boletim a taxa é de 72,59% nos leitos de UTI e 64,64% nas enfermarias em comparação a semana passada em que ocupação estava acima de 75,00%. Em Imperatriz, a taxa está em 43,06% em UTIs e 30,46% na enfermarias. Já nas demais regiões 55,45 %nos leitos de UTI e 37,65% em leitos de enfermarias.

Maranhão chegou a 331.864 casos de covid-19 desde o início da pandemia. Foram registrados 427 novos casos da doença no estado em 24h. Um total de 9.492 pessoas morreram no MA em decorrência do novo coronavírus. Há outros 1.084 casos suspeitos em investigação.
34.523 pessoas estão com a doença neste momento. Dentre os casos ativos, 34.523 estão em isolamento domiciliar, 535 em leitos de internação de enfermaria e 369 estão internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).