Veja como cada deputado do Maranhão votou o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões para financiar campanha

O Congresso derrubou nesta sexta-feira (17) o veto do presidente Jair Bolsonaro aos R$ 5,7 bilhões previstos para o fundo de financiamento de campanhas eleitorais pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). O veto foi derrubado inicialmente pela Câmara, por 317 votos a 143, ou seja, mantendo a previsão de R$ 5,7 bilhões em recursos públicos para o fundo eleitoral em 2022.

Partidos do Centrão, inclusive o PL de Jair Bolsonaro, e também da esquerda, como o PT, votaram contra a decisão de Bolsonaro. As únicas bancadas que orientaram pela manutenção do veto foram as do PSL, do Podemos, do Psol e do Novo. O veto foi derrubado posteriormente, em definitivo, pelos senadores, por 53 votos a 21.

Veja como cada deputado do Maranhão votou: 

Não = a favor da derrubada do veto, ou seja, a favor do fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Aluisio Mendes (PSC)

André Fufuca (PP)

Bira do Pindaré (PSB)

Cleber Verde (REPUBLICANOS)

Edilázio Júnior (PSD)

Gastão Vieira (PROS)

Gil Cutrim (REPUBLICANOS)

Hildo Rocha (MDB)

João Marcelo Souza (MDB)

Josimar Maranhãozinho (PL)

Junior Lourenço (PL)

Juscelino Filho (DEM)

Marreca Filho (PATRIOTA)

Pastor Gildenemyr (PL)

Pedro Lucas Fernandes (PTB)

Rubens Pereira Jr (PC do B)

Zé Carlos (PT)

Sim = a favor da manutenção do veto, ou seja, contra o fundo de R$ 5,7 bilhões

Josivaldo JP (PODEMOS)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *